1

Espondilite anquilosante

Espondilite anquilosante

Trata-se de uma doença inflamatória crônica do esqueleto axial (coluna vertebral e costelas) com envolvimento ocasional de outras articulações e mesmo estruturas não articulares.

Os sintomas iniciam gradualmente, na faixa dos 20 a 30 anos, com dor na região lombar e glútea, associada a rigidez da coluna lombar. Com a evolução da patologia, dor que acorda o doente no início da manhã associada a endurecimento da coluna torna-se comum. A doença evolui com piora na dor e perda de movimento na coluna e costelas, com perda da expansibilidade no tórax. Tal perda de movimento de dá devido à lenta e progressiva formação de pontes óesseas entre vértebras e com as costelas

É uma doença reumática que afeta todo o corpo, com importante fator genético associado. A doença tem componente de auto imunidade, onde as células de defesa do corpo causam inflamação e a destruição das cartilagens articulares das articulações afetadas. Testes laboratoriais identificam os genes e marcadores associados, permitindo a confirmação do diagnóstico.

O tratamento inclui medicações de fase aguda, para tratar sintomas quando estes se exacerbam, e os que visam atrasar a evolução da doença. Fisioterapia é indicada como auxiliar no tratamento da dor em certos casos, ajudando ainda a evitar a deformação da coluna e limitação na expansibilidade do tórax. Certos casos podem demandar correção cirurgica de deformidades e a de outras articulações.

0 respostas

Deixe uma resposta

Tem alguma dúvida ?
Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *